Empreender na Música

4 dicas para fazer a assessoria de imprensa da sua banda

Você já ouviu falar sobre a importância de ter uma assessoria de imprensa? Certamente, se a sua banda for antenada nos caminhos possíveis para que ela dê certo no mercado, você já deparou com a informação de que isso é preciso para impulsionar sua carreira.

De forma geral, a assessoria de imprensa é uma prática destinada a fazer com que uma pessoa ou empresa apareça nas principais mídias do país e com isso ganhe maior notoriedade e relevância.  

O fato é que no cenário autoral do Brasil, devido a vários fatores, as circunstâncias de investimento são escassas — isso já sabemos. Pensando nisso, separamos 4 dicas para lhe ajudar a realizar a sua assessoria de imprensa de forma assertiva, sem ter que contratar um profissional. Confira:

1. Faça um mailing de mídias que combinem com seu trabalho

Fazer um mailing de mídias significa listar todos os veículos de mídia, online ou offline, que você queira divulgar seu trabalho — pode ser em uma planilha do excel, para ficar mais organizado.

Agora que você já sabe quais mídias deseja entrar em contato, corra atrás de completar informações como “responsável, contato, endereço”. Uma ótima forma de encontrar informações detalhadas sobre isso é fazendo uma pesquisa pelo linkedin. Tendo isso em mãos, já é possível passar para a dica número 2.

2.Escreva bem sobre sua banda de forma direta

Essa dica é muito importante e vai ditar em muito o sucesso do seu trabalho na imprensa. O conselho que eu dou é encontrar alguém da banda que seja bom em escrever ou pelo menos alguém próximo que se expresse bem pela escrita e possa fazer isso para vocês.

Um erro recorrente das bandas é achar que contar uma história em detalhes, de como os músicos se conheceram, pode aumentar as chances de você conseguir a divulgação. Isso não é verdade. Se coloque no lugar dos profissionais de uma grande mídia: quantos e-mails chegam diariamente querendo o mesmo que você?

Portanto, se você escrever um texto muito grande, com informações demais, dificilmente o profissional vai parar para ler. E aí você já perdeu suas chances na largada.

Um bom texto de assessoria se dá de forma direta, em apenas 3 parágrafos, sendo 1 para apresentar quem é a banda (de forma objetiva), um outro para mostrar vantagens que sua banda tem relação a outras (como cases de sucesso, virais, vídeos viralizados, grandes lançamentos etc.) e por fim, um dizendo porque aquela mídia seria interessante na sua carreira.

3.Estreite o relacionamento com os profissionais de mídia

Como em qualquer relacionamento profissional, o networking é algo indispensável. Ou seja, manter bons relacionamentos com responsáveis por atividades que você pode vir a precisar em um futuro é encurtar processos e trabalhar de forma mais otimizada.

Não ache que o relacionamento com as mídias deve ser feito apenas quando você estiver interessado em conseguir algo. Vá além, invista em bons relacionamentos, proponha parcerias, gere valor para as mídias, para que depois, quando for preciso, você tenha a quem recorrer.

Mas aí surge a questão: como gerar esse valor? Não existem formas certas de fazer isso e sempre vale extrapolar na criatividade. O mais importante é se colocar no lugar dos outros e tentar entender o que seria valioso para ele.

Uma das formas de fazer isso é indo pessoalmente entregar seu presskit (veja no próximo tópico). Além de, é claro, trabalhar para que essa forma de divulgar seja diferente do comum. Também é possível pensar em permutas que podem ajudar a marca.

Por exemplo, aqui no Rock Startup, em todos os eventos que fazemos, nós realizamos permutas com o Cifra Club. Sabemos que eles querem estar em eventos legais e inovadores de música — pois isso tem tudo a ver com o negócio deles, isso gera valor para a marca deles. Em contrapartida, eu quero estar nas mídias sociais deles, quero fazer minha assessoria de imprensa lá. Com isso, fazemos a troca e todos saem ganhando!

4. Inove na montagem de seu presskit

Um presskit é  um conjunto de material de divulgação que sua banda terá de entregar para as mídias. Em sua forma padrão ele possui um release da banda, fotos, uma música de trabalho e todos os contatos presenciais e também nas mídias sociais. Toda banda que queira realizar sua própria assessoria de imprensa deve montar um desses.

Porém, utilize as vantagens de pensar fora da caixa! Use a criatividade para construir novas formas particulares de divulgar seu produto — levando sempre em consideração o contexto! Isto é, a forma de divulgação tem que estar em sintonia com a proposta de valor da banda.

Portanto, tenha em mente o conceito do trabalho que quer divulgar e busque maneira criativas, dentro dessa proposta, de se fazer ser ouvido e visto. Uma forma diferente, por exemplo, é investir em pen-drives personalizados que contenham a sua música e distribuir isso pessoalmente para os responsáveis pelos veículos.

Lembre-se: contratar um profissional é a melhor das opções, mas nem sempre é viável. Portanto, não deixe de realizar se não for possível investir nesse trabalho. Boa sorte e bom trabalho!

E ai, o que achou dessas dicas? Elas foram úteis para você e sua banda? Comenta aqui embaixo!

Padrão
Editorial

Do cover ao autoral: Systema Decadente viu no tributo aos ídolos uma inspiração

Essa turma de Juiz de Fora, cidade de Minas Gerais, começou a carreira musical como muitos: fazendo um tributo aos grandes ídolos que tinham no rock. Neste caso, estamos falando de System of a Down, uma das grandes preferências da banda.

Essa experiência se transformou na vontade de deixar uma marca própria, escrever o nome dos músicos na história e por isso começaram a compor, se transformando em uma banda de rock autoral.

A partir dessa vontade, lançaram dois faixas em um live session produzidos por eles: a “Abra os Olhos” e “Sistema Imbecil”, ambas de 2016. Porém, continuam ainda homenageando a boa música por meio de versões inéditas — já que para eles a “música é universal” e consideram sempre bem-vinda uma canção que tem algo a acrescentar.

Confira:

Os abridores de mente

O grande sonho da banda, que atualmente é composta por Mario Moreira (Guitarra), Helder Oliveira (Guitarra/Voz), Gustavo Rodrigues (Baixo), Thiago Souza (Voz) e Junior (Bateria), é que a suas composições seja ouvida. Para eles, a música é uma ferramenta que pode tirar as pessoas da alienação que estão fadadas a viver e eles buscam viver disso, viajar por tudo quanto é canto e conscientizar as pessoas.

Exatamente por ter essa pegada, os caras se auto intitulam “os abridores de mente”! Estamos realmente precisando de pessoas com esse propósito no mundo em que vivemos, não é verdade?

Essa foi um pouca da história da Systema Decadente e nós do Rock Startup agradecemos à banda por participar de nossa coluna esta semana!

Também acreditamos que nosso ídolos têm um grande valor em nossa construção pessoal, mas eles já escreveram a própria história e é isso que devemos buscar. Parabéns a vocês pela coragem de buscar esse caminho. Tamo junto!

Se você curtiu a proposta da banda e quer entrar em contato é só visitar os principais links deles:

Facebook: https://www.facebook.com/systemadecadente/

Instagram: https://www.instagram.com/systemadecadente/

YouTube: https://www.youtube.com/channel/UCdee2d0-Ahz5muxwHYhGtqQ

E-mail:

Systemadecadente@gmail.com

Telefone:

(32) 99176-1801 – Thiago

(32) 98431-7726 – Helder

Padrão
Debates, Empreender na Música

Música autoral e Mercado: aprenda a jogar

Por muito tempo e ainda é assim hoje, separou-se a ideia de compor uma música com o mercado. Ou seja, um grande artista tinha sempre aquele estereótipo de viver de música e de sua arte e não preocupar com as vendas. Mas como isso pode ser sustentável?

Pense com a gente, como é possível realizar o sonho de viver de música sem pensar em como fazer para toná-la sustentável? Como viver de música sem ter muitas pessoas ouvindo o seu trabalho? Isso é impossível.

Precisamos começar a desmistificar a ideia de que a música autoral de qualidade não pode ser vendável, pois se for assim ela perde o seu valor. Sua música tem que ser vendável para que você consiga viver do que ama e você não precisa se vender para isso. 

É verdade, o grande e tradicional mercado é um grande ditador de modas e estilos, porém isso está sendo quebrado com o surgimento das novas mídias e a possibilidade de se fazer uma carreira musical empreendedora através da internet e das possibilidades que ela oferece.

O que deve ficar claro aqui é que NÃO é a possibilidade de vender seu trabalho em um grande mercado o problema, mas sim, o monopólio desse mercado por um pequeno grupo de pessoas que escolhiam o que devia ter maior visibilidade e o que não.

Isso está sendo quebrado e esse processo é maravilhoso. Hoje, as bandas tem a possibilidade de fazer seu trabalho e postá-lo nas mídias sociais e angariar fãs com isso — apenas pelo bom trabalho desenvolvido e sua qualidade musical. Não é preciso intermediadores para fazer sua música chegar até seu fã. Entenda isso de uma vez por todas e comece a fazer a acontecer!

Depois de dito isso, agora temos que entender o que é o valor de uma banda e como você pode calcular isso para conquistas sua base de fãs.

O que é valor?

Você sabe o conceito de valor (valuation)? Esse termo é muito falado no empreendedorismo e basicamente existe para estimar o valor de uma empresa de forma sistematizada. Observe essa revistinha em quadrinhos. Na época em que foi lançada, ela custava 10 centavos de dólares. No ano de 2014, ela foi vendida em um leilão no ebay por R$7,3 milhões de reais. Por que isso acontece? Por que se tornou tão valiosa?

Revista do Superman – 1a edição

Valor é um Jogo

Valor nada mais é do que o resultado de algum esforço científico e/ou artístico que se apresenta a alguém disposto a pagar. Por isso, valor é um jogo e o que vai determinar o quanto de valor que você consegue gerar através de uma criação sua é o quanto você sabe jogar.

Quais são as regras desse jogo?

Basicamente, elas se resumem em 3 (três) regras simples:

  • Tenha algo que seja único, singular, extraordinário, exclusivo.
  • Proteja sua exclusividade através de uma propriedade legalmente constituída (direitos autorais)
  • Estabeleça um preço baseado no tamanho do bolso comprador.

Mas, como conseguir esse valor?

Aprenda a jogar

Primeiramente você tem que entender que no mundo dos negócios, quanto mais valor você coloca em seu produto, mais você tem chances de encontrar alguém disposto a pagar por ele. Vender seus produtos e serviços a preços irrisórios é um grande erro. A lógica é contrária.

No filme da Disney e da Pixar “Procurando Dory”, a personagem principal tem uma frase exemplar “continue a nadar, continue a nadar, continue a nadar”. Ela repete isso diversas vezes durante o filme.  Essa fala ilustra bem as 4 dicas que daremos de COMO APRENDER A JOGAR:

1 – TREINE SEMPRE. Seja o melhor que você consegue.

2 – Acostume-se a ouvir NÃO.

3 – Seu amigo não é seu fã.

4 – Se solte. Se mostre. Por que você existe?

Carreira Musical

A missão do Rock Startup Festival é fazer com que você aprenda e aplique técnicas de empreendedorismo em sua banda, pra ter mais chances, portanto, de fazê-la alavancar. O nosso sonho é acelerar a carreira de sua banda através dessa cultura e fazer com que ela gere muito valor pra vocês e para a sociedade.

Por isso, não dá para pensar em sua carreira musical sem primeiro transformá-la numa EMPRESA. E isso pressupõe um plano de ação. Veja o webinar que realizamos para assistir o passo-a-passo completo.

Calcule o valor da sua banda

Que bom se existisse uma fórmula matemática que garantisse o seu sucesso. Mas infelizmente não tem. O valor da sua banda é você que constrói através, é claro, de muita criatividade, mas principalmente de muito esforço. E esse esforço deve ser esquematizado e planejado para que todo o prazer em fazer música que a sua banda possui não seja desperdiçado e nem se dissipe em situações ruins que acabam sendo geradas por falta de planejamento.

É para isso que existimos: para ajudar você a alavancar a sua carreira musical!

Nós estamos tentando criar o ambiente ideal para que qualquer banda tenha ferramentas e seja livre para conquistar o que desejar. Você vem com a gente?

Tem alguma dúvida sobre o projeto ou gostaria de fazer uma reclamação? Manda um email pra gente: contato@rockstartupfestival.com ou comenta aqui embaixo!

até mais!

Marcela do Rock Startup.

Padrão