Editorial

Sociedade Crua: música sem fronteiras

O editorial dessa semana conta a história da “Sociedade Crua”, uma banda que nasceu em 2011 aqui em nossa cidade, Belo Horizonte. Desde o início, a proposta do grupo foi apresentar uma crítica social por meio de suas músicas, por isso a escolha do nome, que remete à ideia de que as pessoas estão sempre amadurecendo.

Eles se auto definem como sendo “uma banda de contrastes, subjetiva, mas direta na sua musicalidade”.

Também destacam suas origens, vindas da periferia e afirmam que se não fosse o trabalho duro e a grande dedicação, talvez não teriam conseguido superar as dificuldades do caminho.

Ao longo desses 7 anos, trabalharam bastante até decidirem gravar o seu primeiro disco intitulado “Novembro” e foi a partir do lançamento deste que realizaram sua primeira apresentação no programa de TV “Caleidoscópio”, em 2012.

Daí para frente foram muitos shows realizados, muitas participações em projetos culturais, tocaram em praças, parques, centros culturais, casas de shows, teatros e na TV. Além de que, não podemos deixar de salientar importantes conquistas como o 1º lugar no Festival N2 de Lagoa Santa no ano de 2013 e o prêmio em um concurso que fez com que eles recebessem uma guitarra assinada pelo biquini cavadão.

Recebendo a guitarra assinada pelo Biquini Cavadão

Atualmente, a banda busca se firmar no cenário nacional e ter sua música reconhecida pelas pessoas.

O desafio de propor o novo

A banda, que desde 2013 é formada por Rafael Reis (Guitarra e Voz), Ronaldo Araújo (Voz e Percussão), Douglas Leal (Bateria e Voz) e Silas Lopes (Baixo e Produção), possui um estilo com influências claras de Rock e MPB, agregando estilos como Progressivo, Country, Blues e Pop.

Confira o último vídeo oficial divulgado pelo grupo:

“quero tanto ter, sentir o universo se aproximar, navegar nas ondas desse sonho…”

Uma mistura que para muitos poderia ter dado muito errado, mas que deu muito certo com eles! Na prática, eles pegaram um pouco do Metal (influência do Baterista), do Pop (Baixista), do Rock 80’(Vocal) e do Sertanejo (Guitarra).

Em nosso ponto de vista, há uma resposta para isso ter funcionado tanto: eles superaram as barreiras do preconceito de gêneros musicais e fizeram o próprio som! Puramente Genuíno e Inovador e isso é sensacional!

Esperamos que essa história tenha feito você pensar mais profundamente sobre a real existência de barreiras musicais. É imprescindível que quebremos qualquer tipo de preconceito se quisermos fazer a verdadeira arte!

Obrigado por nos contar um pouco da história de vocês, Sociedade Crua! Esperamos que cresçamos e amadureçamos juntos e que o sonho de vocês se aproxime mais!

Gostou do som? Para conhecer melhor os últimos trabalhos da banda, é só acessar:

Contatos e Links

E-mail: sociedadecrua@gmail.com
Telefone: (31) 98772-5775 – Ronaldo
Website: sociedadecrua.webnode.com/

Mídias Sociais
Facebook
Instagram
Twitter
Linkedin
Mapa Cultural BH

Streaming
Spotify
Deezer
Soundcloud
Palco MP3

Padrão

Um comentário em “Sociedade Crua: música sem fronteiras

Deixe uma resposta para Edmar Miranda Cancelar resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *